Elas I - Contos Eróticos

Histórias eróticas para mulheres livres. Se inspire e desperte a sua imaginação para sentir na intensidade que você deseja. Contos para gozar, se deleitar. Na vida, no quarto e na cama.

Elas se encontraram em um estágio e tiveram uma química explosiva. E no reencontro, falam sobre todas suas experiências sexuais lésbicas. 

- A gente não deveria estar fazendo isso...

- Não se preocupe. 

- Tem certeza que você fechou a porta? 

- Sim. Agora fica quieta e me beija. 

Ana fazia questão de ser assim. Curtir o perigo, brincar com o fogo. E como sempre, eu seguia. Fazia o que ela mandava. Ela me agarrou e colocou a mão por baixo do meu jeans, empurrou minha calcinha de lado e mexia no meu clitóris. Eu segurava na maçaneta tentando não gritar. Ela movia rápido, em círculos. Do jeito que eu gostava - sem pausa

- Porque você tem que ser tão gostosa?

- Puta que pariu... puta merda... - não tinha passado 3 minutos naquele armário e eu sentia que estava gozando. Só ela conseguia fazer isso. 

Anos depois, nos reencontramos num café para atualizar a conversa. Que saudade da minha ex. 

- Nossa, aquela vez foi foda. Valeu a pena?

- Porra, sim. Era um estágio merda, mas o sexo compensou. 

- Você já tinha transado assim, em público? 

- Ah, acho que no ensino médio, com uma amiga. Tipo, não era sexo, sexo. Era esquisito. 

- Todo mundo é esquisito no ensino médio. 

- É, a gente não podia nem beijar direito. Tipo, ela não deixava. Não podia tocar nela. Sei lá, ela era religiosa e acho que estava em negação... 

- Caramba...

- Ela falava que não queria viver com o estilo de vida do lesbianismo. Uma vez ela me disse que a vagina dela tava pegando fogo e eu tinha que colocar gelo ali. Coloquei e fiquei esfregando. E aí depois tivemos que ajoelhar e rezar juntas pelo pecado.

- Gente, que isso! 

- Na verdade dava um tesão do caramba, até termos que rezar. 

Nós não conseguíamos nos encontrar e conversar sem falar de sexo. Era sempre assim. 

- Então quem foi a primeira pessoa que você transou e não foi esquisito?

- Cara, faz uns 5 anos. 

- O quê?

- Sério. Eu não transei com ninguém na faculdade. Aí conheci a Yasmin e tivemos uma química fortíssima e o timing foi ótimo. Ela estava saindo de um relacionamento e precisava de amor e carinho. Eu estava pronta para dar. Foi aquele amor intenso, sabe? Mas foi intenso demais.

- E o que você precisa hoje em dia? - ela disse, colocando a mão na minha perna por baixo da mesa. 

- De uma foda que tire do eixo. 

- Isso posso te dar. Me encontre nesse endereço, 18h. 

Puta que pariu...

 

Na continuação do conto, elas se encontram no endereço misterioso para um novo e explosivo encontro. Como vai ser dessa vez? Descubra.

(Veja a continuação do Conto Elas II)

 

Conto sexual traduzido livremente de podcast publicado originalmente no Dipsea. Escute o áudio original.

...

Somos Lilit. Uma das primeiras marcas brasileiras a desenvolver seus próprios vibradores como devem ser: criados por quem usa.

Conheça o Bullet Lilit, seu (novo) primeiro vibrador.

Deixe o seu comentário

Todos os comentários são revisados antes da publicação.

Comprar

O QUE ELAS DIZEM SOBRE O BULLET LILIT?

Entrega super rápida, embalagem cuidadosamente produzida, um cheirinho delicioso e um produto surpreende, já tive outros vibradores, mas nenhum com esse cuidado no acabamento, uma textura delicada, simplesmente PERFEITO! Já sou fã de carteirinha, até comprei um para minha melhor amiga.

Avaliação Anônima