Let’s get it on - Contos eróticos

Histórias eróticas para mulheres livres. Se inspire e desperte a sua imaginação para sentir na intensidade que você deseja. Contos para gozar, se deleitar. Na vida, no quarto e na cama.

Uma vida de prazer reinventada pelo tempo. Há décadas casados, é neste banho matinal compartilhado que encontro em meu parceiro a chama para uma vida sexual cheia de tesão. 


Já faz 35 anos que me excito com a mesma cena: ele escovando os dentes, logo de manhã, ainda com os cabelos cheirando a lençol. Todo dia o mesmíssimo deslumbre. Penso não ser possível que o desejo permaneça tão constante, mas aí lembro de quantas vezes, nessa relação, o prazer já se reinventou. Imersa em lembranças afetuosas, levanto ainda sonolenta, caminho pé ante pé até a porta do banheiro e corro para encostar no corpo morno do meu parceiro de vida. Abraço-o por trás. Sinto sua pele macia. A textura que carrega tantas histórias. Desenho com o dedo as marcas do tempo. Percorro cada cicatriz, cada ruga. Vou me excitando enquanto minhas mãos o mapeiam. E pensar que nos encontramos há anos atrás pela primeira vez naqueles corredores obscuros da USP. Ele aluno da FAU, um tanto quanto nerd e intelectual e misterioso e lindíssimo e eu uma caloura de medicina recém-chegada do interior para a cidade grande. Gostei de cara do seu jeito sério e contido e acho que ele, de certo modo, encantou-se com meu jeito extravagante e verborrágico. 

Ele me olha pelo espelho. Sei que há 35 anos deseja essa mulher refletida. Pega minha mão com delicadeza e a desliza até que encontre seu sexo: quente, crescendo. Eu gosto. Meu corpo responde ao toque. Noto meu próprio sexo latejar. Faço com que ele me vire de frente e peço que me beije com vontade. Sinto os lábios do meu companheiro percorrerem meu corpo: queixo, pescoço, barriga. A língua escorrendo por lugares esquecidos. Primeiro a axila, depois a parte traseira dos joelhos. A parte interna das coxas. “Por que será que ninguém nos ensina que não há roteiro pré-estabelecido no sexo?”, penso. Depois já não consigo mais concatenar ideia nenhuma. Estou completamente submersa no agora. Nas sensações físicas e emocionais provocadas em cada poro. 

No exato momento em que agradeço que ele não siga um script, meu corpo é rotacionado com força. Paro de frente para o espelho, as mãos apoiadas na pia. Ele puxa de leve minha cabeça para trás e lambe minha nuca. Aperta seu corpo contra o meu. Toca meus seios. Apalpa com força. Ouve minha respiração e fica ainda mais excitado. No meio do frenesi, o despertador toca. Ele sai para desligá-lo enquanto eu entro no chuveiro. Vai até o quarto e volta com o celular na mão. Dá play em uma música de Marvin Gaye. A minha favorita: Let’s get it on. Observa meus movimentos por alguns segundos. “Tão bonita, tão dona de si”, me diz. 

Entra no chuveiro também. Passa a mão em meus cabelos molhados. Aproveita para me ajudar a lavá-los. Depois, ensaboa meu corpo e enquanto esfrega minhas costas sou penetrada. Fazemos amor com força e entrega. Sentimos os corpos despertarem juntos. Cada parte acordando lentamente pelo desejo. Encosto as mãos na parede, entregue ao prazer. Sinto o ápice chegar. Aperto a mão do meu companheiro apoiada em meu quadril. E gozo. Estou acordada. Cheia de vida. Saímos ambos molhados pelo quarto. Ele atrás de mim com a toalha. Seca meu corpo, enquanto o cheiro de café invade a casa. O dia começa.

...

Somos Lilit. Uma das primeiras marcas brasileiras a desenvolver seus próprios vibradores como devem ser: criados por quem usa.

Conheça o Bullet Lilit, seu (novo) primeiro vibrador.

 

Deixe o seu comentário

Todos os comentários são revisados antes da publicação.

Comprar

O QUE ELAS DIZEM SOBRE O BULLET LILIT?

Entrega super rápida, embalagem cuidadosamente produzida, um cheirinho delicioso e um produto surpreende, já tive outros vibradores, mas nenhum com esse cuidado no acabamento, uma textura delicada, simplesmente PERFEITO! Já sou fã de carteirinha, até comprei um para minha melhor amiga.

Avaliação Anônima