Conheça o seu corpo

Como mulheres, fomos ensinadas a carregar o peso da culpa o tempo todo. Culpas que não são nossas, inclusive. E isso tem impacto direto na forma como entendemos nossa sexualidade. Por isso, antes de começar esse exercício, queremos que você se celebre: você teve coragem de chegar até aqui. A partir de agora, vamos juntas. 

Parte 1: Aprecie cada curva do seu corpo

Pare em frente ao espelho, nua ou com a quantidade mínima de roupa para que você se sinta confortável, e se observe. Vire-se de costas, de lado ou abra as pernas. Conheça cada centímetro de você. 

> Exercício: Liste, mentalmente ou em um caderninho, tudo o você gosta em você e no seu corpo. Esse pode ser um exercício desconfortável, mas ele é um importante e nos ajuda a ficarmos cada vez mais confortáveis em nossos próprios corpos. 

 💡 Se sentir dificuldade neste exercício, indicamos essa meditação guiada sobre auto-estima e também a leitura do livro "O mito da beleza", da Naomi Wolf.

____________

Parte 2: Quais histórias sua vulva conta?

Pegue um espelhinho e fique nua da cintura para baixo. Sente-se em uma cadeira ou na ponta da cama e abra as pernas, colocando um pé na cadeira ou na cama. Segure o espelho entre as pernas e incline-o para que você possa ver sua vulva. Repare, no momento em que modelar o formato, que ela é diferente dos desenhos que explicam a anatomia da vulva. Cada uma é tão diversa quanto nossos corpos.

Esse exercício apareceu dentro da série "Sex Education", da Netflix, e achamos que vale a pena conferir o vídeo:

> Exercício: Usando massinha de modelar, argila ou até mesmo desenhando, retrate a sua vulva com todos os seus detalhes únicos. Reflita: quais histórias a sua vulva conta? quais marcas ela tem? O que você descobriu mais recentemente sobre ela? 

💡 Essa originalidade inspirou, inclusive, o projeto Instagram @the.vulva.gallery que celebra a diversidade das vulvas em todas as partes do mundo, por meio de ilustrações.

____________

Parte 3: Quando se sentir confortável, evolua do olhar para o toque

Lubrificantes são importantes agentes de conforto e cuidado nessa prática. Por aqui, somos fãs do Gel Lubrificante da @feel_lube, mas você também pode usar óleo de coco extra virgem.

Quando se sentir confortável observando seu corpo, podemos explorar o toque. Experimente se demorar um pouco mais ao passar hidratante pelo corpo. Deixe que suas mãos conheçam você melhor do que qualquer coisa que já tenha tocado sua pele. Sinta: quais partes te dão prazer e quais te pedem mais disso?

Aos poucos, toque também as partes da sua vulva que nunca tocou. A região interna da coxa, ao redor do seu clitóris, nos lábios. Como o seu corpo te responde? Um bom aliado do autocuidado é o óleo de coco extra virgem. Ele é um hidratante natural, que serve como antifúngico e pode ajudar a cuidar da sua saúde íntima.

Derrame um pouco depois do banho e, com a sua mão, faça massagens em seu corpo. Estimule a sua vulva, os lábios, o canal vaginal...Vá livremente para onde seu corpo e sua vontade te levarem. Não tenha pressa, vá se deixando experimentar. Essa é uma jornada mais prazerosa quando feita com calma, sem pressa, nem onde chegar. 

____________

🔥 Gostou desse exercício? Então não deixe de ler nosso Guia para Bater uma Bela Siririca e nosso eBook Fortaleça Sua Autoestima pelo Prazer.

Comprar

O QUE ELAS DIZEM SOBRE O BULLET LILIT?

Entrega super rápida, embalagem cuidadosamente produzida, um cheirinho delicioso e um produto surpreende, já tive outros vibradores, mas nenhum com esse cuidado no acabamento, uma textura delicada, simplesmente PERFEITO! Já sou fã de carteirinha, até comprei um para minha melhor amiga.

Avaliação Anônima