Como ter seu primeiro orgasmo depois de anos tentando

Provavelmente você está cansada de escutar que “só tem que relaxar”.

Somos Lilit | Como Ter o meu primeiro orgasmo depois de anos tentando

Se você queria ter um orgasmo, mas sempre teve dificuldade na tentativa de chegar no seu clímax, pode ser bem frustrante escutar o mesmo conselho para aliviar o estresse, relaxar, e deixar as expectativas de lado. O estresse e a ansiedade podem certamente ser obstáculos para o orgasmo (e para o sexo, no geral), mas se não consegue gozar já por anos, com certeza você deve estar querendo conselhos mais direcionados. Vamos falar sobre algumas coisas que você pode tentar quando já tentou de tudo. 

Bullet Lilit é uma ótima maneira de começar a utilizar um vibrador. Depois de realizar testes de conceito e conversas abertas com diferentes mulheres, o produto apresenta 5 fases de vibração, três de velocidade e duas de ritmo. Seu uso é silencioso, permitindo o uso em ambientes da casa com mais intimidade e discrição.

Porque eu não consigo gozar?

A dificuldade para chegar ao orgasmo é muito comum. Existem inúmeras razões para alguém ter dificuldade de chegar ao orgasmo. Fatores emocionais, psicológicos, médicos - além do estresse - podem todos fazer parte disso. 

1. Questões médicas

Sexo doloroso com causas médicas como o Vaginismo, ou outras condições que impactam os nervos diretamente como Síndrome de Parkinson, Esclerose Múltipla ou lesões locais resultadas de um parto, ou de alguma cirurgia, podem trazer dificuldades para chegar ao orgasmo.

2. Medicação

Alguns medicamentos podem impactar diretamente a sua capacidade para ter orgasmos. Isso pode incluir antidepressivos, medicamentos anti-ansiedade e remédios usados para tratar pressão alta e azia.  

3. Uso de drogas

Algumas drogas recreacionais podem dificultar você chegar a um orgasmo. A nicotina nos produtos com tabaco diminui o fluxo sanguíneo para os órgãos sexuais reduzindo a sensação local. Álcool também pode trazer dificuldades para gozar. 

4. Disforia de gênero

Se o seu gênero não corresponde com a aparência do seu corpo ou o sexo que foi designado para você quando nasceu, pode ser que você sinta sentimentos de desconforto, vergonha, ou desassociação do seu corpo físico. Isso pode retrair o seu prazer e inibir o orgasmo. 

5. Vergonha

Se você cresceu pensando que sexo ou masturbação eram pecados, pode ser difícil separar seus desejos sexuais da mensagem que o prazer é de alguma forma sujo ou vergonhoso. Padrões de belezas irreais prevalecem em muitas culturas e podem levar a uma baixa autoestima e vergonha com o próprio corpo. Se você está desconfortável com seu corpo, pode ser muito difícil se render aos sentimentos de prazer. Na psicologia, existem algumas técnicas que podem te ajudar a conseguir aumentar sua confiança sexual. 

6. Trauma

Algum histórico de abuso ou trauma pode contribuir para a inibição dos orgasmos. Se você teve associações - até subconscientes - entre sexo e violência ou abuso sexual, a resposta de estresse do seu corpo pode ser instintiva em um encontro sexual, mesmo que seja consensual e desejado. Traumas passados - mesmo que não tenham haver com sexo - podem levar a dissociação ou um sentimento de desconexão com seu corpo.  

Dicas para chegar ao orgasmo quando você sente que já tentou de tudo.

Se você já explorou as informações e dicas disponíveis sobre como chegar a um orgasmo, mas mesmo assim não teve a experiência de chegar lá, pode ser interessante explorar algumas alternativas. Falamos com Mistress Amy, uma dominadora sexual, massoterapeuta sexual e educadora sexual para pegar dicas mais profundas.

1. Conheça o seu corpo

Sentir-se confortável com o auto prazer e a masturbação é um ótimo primeiro passo” comenta Amy. Ela recomenda preparar o espaço e usar técnicas específicas para você se conectar profundamente com suas experiências sensoriais: “Estar em um ambiente confortável e agradável, como um banho quente, pode ajudar bastante”. Ela também sugere acariciar a parte interna das suas coxas perto das suas genitais e ficar confortável com toques sensíveis. Além de te ajudar a relaxar, Amy conta que esse tipo de toque pode ajudar na circulação e ajudar o fluxo sanguíneo a chegar aos tecidos para eles incharem no estado excitatório. “As terminações nervosas têm mais sangue oxigenado e estarão prontas para te trazer novas sensações” - conta. 

2. Melhore a sua comunicação sexual

Superficialmente, pode parecer que falar sobre sexo e ter um orgasmo são coisas completamente distintas. Mas na realidade, quando você comunica abertamente seus desejos, vontades e o que te faz se sentir bem - assim como quando você está desconfortável ou não tem certeza - é essencial para sexo com um parceiro. Se você não se sente bem comunicando suas necessidades para seu parceiro, existem algumas ferramentas que podem te ajudar a começar a falar. Tente fazer um formulário do que te traz prazer para ser bem clara sobre o que te faz se sentir bem. Liste as coisas que você gosta e as coisas que você não gosta: isso pode ser um bom ponto de partida na hora de começar a conversa sobre sexo com o seu parceiro. 

3.Tente uma sensação mais intensa 

Usar um vibrador é uma recomendação comum para pessoas com dificuldade de chegar a um orgasmo. Mas é necessário entender que os vibradores não são todos iguais e cada um pode te trazer sensações específicas que algumas pessoas precisam para chegar em um clímax.

4. Experimente o controle do orgasmo

Embora o controle do orgasmo seja uma técnica que é usada para intensificar o orgasmo, Amy nos contou que a prática da alternância de um estímulo intenso com períodos de descanso (controle do orgasmo) pode ajudar as pessoas chegarem no seu primeiro orgasmo: “Algumas pessoas podem ser estimuladas em excesso se tentarem demais. Eu chamo de ‘teto de vidro’ se você está na beira de um sentimento de clímax, mas não consegue passar por ele. Se você parar um pouco e prestar atenção em seu parceiro, ou tocar em outras partes do corpo, e voltar a atenção ao que você estava fazendo, você pode conseguir passar desse teto.” - conta. 

5Use mais de um vibrador

Para pessoas com clitóris, Amy oferece essa sugestão: “Se você está transando ou se masturbando, use um dildo e adicione um vibrador externo. Ter uma base sólida para empurrar o vibrador contra a vulva pode ajudar a vibração a ir mais fundo por todo o tecido clitoriano e vibrar através do dildo. Para algumas pessoas, essa sensação pode ajudar muito” - explica. 

6. Tente outro tipo de orgasmo

Muitas pessoas acreditam que para você ter um orgasmo, o clitóris ou o pênis deve ser o foco. Mas se você não teve um orgasmo com uma estimulação direta na vulva ou no pênis, pode ser interessante tentar algo diferente: um orgasmo através da estimulação anal ou combinada (que combina a estimulação múltipla de zonas erógenas ao mesmo tempo). 

7. Fale com um profissional 

Para pessoas que têm problemas com a percepção corporal, gênero ou tem um histórico de trauma, Amy recomenda falar com uma terapeuta. Ela adiciona que se você tem suspeitas de ter um problema médico, é “importante falar com um médico e fazer um exame pélvico para ver se existe algum problema anatômico.”‍

E se você não conseguir gozar mesmo tentando todas essas técnicas?

Se você teve paciência, tentou variadas técnicas, tirou toda a pressão e ainda assim não consegue ter um orgasmo, você não precisa desistir. Nossos corpos mudam (algumas vezes drasticamente) através dos anos e algumas pessoas têm a sua primeira experiência com orgasmos depois da sua iniciação sexual. E se você nunca tiver um orgasmo? Amy conta que tirar os orgasmos das suas opções podem tirar toda a pressão: “O orgasmo não é necessariamente o objetivo final da interação sexual. Você pode ter muito prazer e gostar da estimulação no sexo e chegar em um ponto que fala: ‘já deu pra mim’. Especialmente para aqueles que sentem que o parceiro está frustrado e desapontado com sua falta de orgasmos, ou fingem por anos que têm orgasmos, tirar a pressão de fingir pode te trazer poder de volta e ser mais verdadeiro consigo mesmo e com seu parceiro.”

Resumindo

Orgasmos podem ser um aspecto delicioso do sexo. Para aqueles que sentiram dificuldade em sentir um, entretanto, essa jornada pode ser bem frustrante. Se você quer ter um orgasmo depois de anos tentando, tente técnicas variadas, continue a praticar o autocuidado, e lembre-se que orgasmos, embora divertidos, não são o objetivo final do sexo. Intimidade, prazer, conexão e uma vida sexual satisfatória ainda podem ser suas, mesmo que você não tenha experienciado um orgasmo.

Escrito por E.A. Klein. Tradução livre de artigo publicado originalmente no O.School. Leia o artigo original. 

...

Somos Lilit. Uma das primeiras marcas brasileiras a desenvolver seus próprios vibradores como devem ser: criados por quem usa.

Conheça o Bullet Lilit, seu (novo) primeiro vibrador.

Deixe o seu comentário

Todos os comentários são revisados antes da publicação.

Comprar

O QUE ELAS DIZEM SOBRE O BULLET LILIT?

Entrega super rápida, embalagem cuidadosamente produzida, um cheirinho delicioso e um produto surpreende, já tive outros vibradores, mas nenhum com esse cuidado no acabamento, uma textura delicada, simplesmente PERFEITO! Já sou fã de carteirinha, até comprei um para minha melhor amiga.

Avaliação Anônima