Conheça os diferentes estilos de apego

Essa é a idéia por trás dos estilos de apego, uma teoria desenvolvida pelo psicanalista britânico John Bowlby no século 20. Bowlby teorizou que o acesso de um bebê a figura dos pais resulta em quão seguro e protegido eles se sentem.

Existem quatro estilos de apego diferentes, e cada um pode facilitar a compreensão sobre como uma pessoa pode agir e se sentir em seus relacionamentos mais tarde na vida. Não é surpresa que muitos psicólogos se especializaram nessa teoria para entender melhor porque as pessoas agem da maneira que agem em suas relações românticas.

Os pesquisadores da Universidade de Denver Cindy Hazan e Phillip Shaver foram os primeiros a estudar como os estilos de apego podem entrar em jogo nas relações românticas, publicando suas descobertas em 1987. Eles afirmaram que a teoria original de Bowlby poderia ajudar as pessoas a entender melhor que tipos de ações são benéficas ou prejudiciais em um relacionamento: "A teoria do apego não só fornece uma estrutura [conceitual], mas também explica como formas saudáveis e pouco saudáveis de amor se originam como adaptações razoáveis a circunstâncias sociais específicas".

É claro que existem muitos testes na Internet que podem lhe dizer seu estilo de apego, mas isto também pode ser uma coisa boa para discutir com um terapeuta para se certificar. Afinal de contas, reconhecer e compreender seu comportamento só tornará mais fácil ter relacionamentos saudáveis no caminho - reconhecer as barreiras que você enfrenta agora não significa que você não possa superá-las.

Aqui está cada estilo de apego e como eles lidam com a intimidade, de acordo com a pesquisa da Hazan e Shaver.

Segura

Uma ligação segura é o ideal em uma relação saudável e de apoio, e a maioria dos adultos se alinha a ela: A pesquisa da Hazan e Shaver, 56% dos participantes se identificaram como tendo apegos seguros. Um vínculo seguro significa ser capaz de aceitar e apoiar os parceiros apesar de suas falhas e geralmente se sentir feliz e confiante em relação aos ao seu relacionamento com eles. Se você tem um vínculo seguro, você provavelmente é bom em comunicação - uma habilidade importante em um relacionamento e na intimidade. Em comparação com outros estilos, é mais provável que os apegos seguros tenham relacionamentos de longo prazo.

Ansioso

Dos três estilos de apego, os tipos ansiosos são mais propensos a se apaixonar à primeira vista. De acordo com a pesquisa da Hazan e Shaver, 19% das pessoas se identificaram com este tipo de apego, que é propenso a sentimentos obsessivos e uma necessidade de reciprocidade e taxas mais altas do que outros estilos. No entanto, é mais provável que eles aceitem as falhas de um parceiro do que outros, o que às vezes pode ter um custo. Quando se trata de intimidade, este tipo é um se doa mais facilmente.

Evitante

Se você descreve sua vida amorosa como "uma montanha-russa emocional", você pode ser um apego evitante. Um quarto dos participantes da pesquisa da Hazan and Shaver se identificou com este tipo, que se caracteriza por ter medo da intimidade, e "altos e baixos emocionais". É provável que eles também sintam ciúmes, embora talvez não tão intensamente quanto aqueles com estilos ansiosos. Aprender a derrubar as paredes que constroem envolta de si mesmos - mesmo que apenas um pouco - pode ser mais benéfico para este tipo. Um pouco de vulnerabilidade pode levar a mais segurança no final da linha.


Escrito por Maude Team. 
Tradução livre de artigo publicado originalmente na Maudern. Leia o artigo original.

...

Somos Lilit. Uma das primeiras marcas brasileiras a desenvolver seus próprios vibradores como devem ser: criados por quem usa.

Deixe o seu comentário

Todos os comentários são revisados antes da publicação.

Comprar

O QUE ELAS DIZEM SOBRE O BULLET LILIT?

Entrega super rápida, embalagem cuidadosamente produzida, um cheirinho delicioso e um produto surpreende, já tive outros vibradores, mas nenhum com esse cuidado no acabamento, uma textura delicada, simplesmente PERFEITO! Já sou fã de carteirinha, até comprei um para minha melhor amiga.

Avaliação Anônima