Cultivando a intimidade em um relacionamento a distância

Este ano, estamos todos lidando com a falta de contato com as pessoas que amamos. E para casais, a quarentena e o isolamento social podem significar novos meios de relacionamento. Talvez uma pessoa do casal cuide da família durante a pandemia. Talvez um casal de pessoas em um relacionamento a distância não tenha ideia de quando eles vão poder se reencontrar. Ou talvez um casal viva a uma distância curta um do outro, mas o contágio do COVID-19 esteja muito alto para se arriscar a sair de casa. 

A terapeuta e autora do livro Maybe you Should Talk to Someone, Lori Gottlieb, que trabalha com casais, está escutando todo tipo de reclamações dos seus pacientes e leitores. Gottlieb recebeu cartas de vários casais que estão tentando lidar com a situação atual. Embora o estresse da pandemia definitivamente está colocando os relacionamentos em teste, ela conta que ao mesmo tempo, alguns casais enxergam o parceiro com novos olhos, e quando tudo acabar, talvez vamos sentir uma gratidão pelo parceiro que escolhemos. 

Que conselho você dá para seus pacientes que estão vivendo novos desafios nos seus relacionamentos a distância devido à pandemia? 

Pessoas que já tinham um relacionamento à distância faz um tempo estão acostumadas a manter contato via chamada online até a próxima vez que possam se encontrar. Mas agora, até os casais que estão acostumados com um relacionamento a distância estão com a incerteza de saber qual será a próxima vez que poderão se rever. Isso significa que as pessoas estão ficando criativas nas formas de conexão.

Pelo eu que já vi, as pessoas estão garantido que os parceiros saibam o que elas fazem durante o dia - e isso significa assegurar que você não está só falando sobre o coronavírus todo o tempo mas que você está ficando conectado como um casal. Pegue todos os aspectos da vida que você pode tomar parte se estiver na mesma casa: pode ser que você queira jogar um jogo, ver TV juntos ou cozinhar juntos - e faça essas via telefone ou video chamada. (Existe um aplicativo chamado Netflix Party em que duas pessoas podem ver uma série juntas ao mesmo tempo - o app mantém você e seu parceiro coordenados durante o play e o pause, e ainda tem um espaço para troca de textos).  

E aqueles casais que estão vivendo pela primeira vez um relacionamento a distância forçado pelas circunstâncias, que tipos de problemas podem aparecer?   

Quando os casais não tem prática em um relacionamento a distância, eles tendem a ter muitos problemas de comunicação. Por exemplo, se eles não recebem nenhum “oi” do parceiro o dia todo, pode ser que isso crie algum ruído. Ou se alguém quer falar o tempo todo e o outro precisa de mais espaço. Ou eles simplesmente não tem prática em assegurar que está na mesma página do parceiro. 

“Estar em uma pandemia não significa a falta de momentos alegres e de diversão com o seu parceiro.”

Muitas pessoas que não estão acostumadas com relacionamentos a distância ficam presos a uma conversa limitada quando tentam falar online: O que você fez hoje? O que está rolando? Me conte das pessoas que você conversou hoje e o que você fez. E aí começam a sentir falta das conversas com uma conexão verdadeira: O que você está sentindo? Como foi essa experiência para você? Como posso ajudar? 

Como os casais podem vencer os mal entendidos do relacionamento a distância?

É muito comum casais em seu primeiro relacionamento a distância terem diferenças nas expectativas de comunicação. Um pode sentir que a distância o faz sentir com mais saudades, o outro pode sentir ansiedade de estar perdendo algo no relacionamento. E é por isso que as pessoas tem que entender o que estão sentindo e porque estão sentindo. Porque eles precisam tanto se comunicar? É a ansiedade fora de controle que os faz sentir inseguros? Eles imaginam o que o parceiro está pensando sobre eles? Ou para um parceiro que sente que não precisa muito de comunicação, isso é derivado de uma ansiedade? Eles estão se isolando e se privando de conexões com outros? 

Como lidar com a falta de proximidade e de contato físico? 

Essa é a parte mais difícil. Não existe substituto para ficar abraçado no sofá com seu parceiro. Esse contato ajuda a os dois entenderem que é muito difícil não poder abraçar, beijar e transar fisicamente.  Mas temos que lembrar que existem outras maneiras de cultivar a intimidade. Sexo por telefone está em alta: você pode flertar e elogiar a distância no telefone quando decidem conversar.

Estar em uma pandemia não significa a falta de momentos alegres ou de diversão com o parceiro. Para a saúde emocional do relacionamento, devemos reconhecer que estamos por duas coisas diferentes ao mesmo tempo. Existe uma circunstância trágica acontecendo e é muito perturbador, mas também somos humanos e queremos um parceiro que realmente gostamos. As duas experiências são valida. 

Você sente que as pessoas estão confiando mais em seus parceiros agora? 

Sim. Nossos parceiros não necessariamente vão atender todos os nossos pedidos, e não podemos esperar que eles façam isso agora. É muita pressão para uma pessoa só. Devemos ser realistas. Agora, devemos descobrir como podemos controlar nossa ansiedade sem delegar para nosso parceiro. Pense: Devo meditar? Posso ligar para um amigo? 

Sobre a pandemia em si, lembre que todo mundo está lidando de uma forma diferente da qual você está vivenciando. É legal falar com o parceiro como ele está cooperando e como você está cooperando. Você deve ficar ciente que assim como você tem necessidades, a outra pessoa também têm. 

O que casais podem fazer para interagirem mais durante a pandemia? 

Penso que uma das coisas mais legais e que podem distrair um casal e criar uma conexão é falar sobre planos para o futuro. No estilo: Oi, quando tudo isso passar, quais são as coisas que faremos juntos? Que coisas você está vivenciando agora que você pode dar risada no futuro? São nas épocas de crise que as pessoas revelam seu verdadeiro eu. O que você está aprendendo sobre o seu parceiro que você não sabia antes da pandemia, e como vocês se aproximaram? Não é só sobre o que está acontecendo agora. Essa crise vai fortalecer o seu relacionamento como casal até o final da relação.

O que vivenciar essa pandemia pode revelar sobre um relacionamento? 

A pandemia está trazendo duas coisas: a primeira são assuntos preexistentes que talvez algumas pessoas não soubessem que existiam. Tenho recebido cartas de pessoas que que estão falando que agora que não estão passando muito tempo com o parceiro e entendem que não estão certas se o casal é compatível da maneira que achavam. 

A segunda coisa é que o estresse e a distância podem trazer muitas coisas à tona que as pessoas não enxergam normalmente - o quão forte estão conectadas com seus parceiros, o quão gratos são por  seus parceiros, o quão gratos estão de estar passando por tudo isso com uma pessoa em particular. E a soma das coisas que estamos mais sentindo falta agora é a evidência de quanto realmente amamos nosso parceiro. 

Escrito por Equipe Goop. Tradução livre de artigo publicado originalmente no Goop. Leia o artigo original

...

Somos Lilit. Uma das primeiras marcas brasileiras a desenvolver seus próprios vibradores como devem ser: criados por quem usa.

Conheça o Bullet Lilit, seu (novo) primeiro vibrador.

 

Deixe o seu comentário

Todos os comentários são revisados antes da publicação.

Comprar

O QUE ELAS DIZEM SOBRE O BULLET LILIT?

Entrega super rápida, embalagem cuidadosamente produzida, um cheirinho delicioso e um produto surpreende, já tive outros vibradores, mas nenhum com esse cuidado no acabamento, uma textura delicada, simplesmente PERFEITO! Já sou fã de carteirinha, até comprei um para minha melhor amiga.

Avaliação Anônima