Redescubra o prazer de beijar

Dar conselhos sexuais e ajudar pessoas a melhorar suas habilidades e aprender melhor sobre a anatomia incrível humana são algumas das minhas melhores contribuições como terapeuta sexual e sexologista. Mas quando focamos muito no sexo, podemos esquecer um dos pilares da excitação. Um dos mais essenciais que deixamos de lado? A arte do beijo. 

Se eu tivesse que adivinhar, eu diria que tem anos (mais que isso) que você pensou nas suas habilidades de beijo, além de experimentação e curtição - o beijo é um prazer vital para você ter experiências sexuais satisfatórias. Não estou querendo generalizar e falar que beijar é para todo mundo. Sabemos que existem pessoas que não gostam - e tudo bem! Mas é seguro falar que a maioria das pessoas curte uma boa sessão de amassos. “A excitação começa no cérebro antes de chegar em outras partes do seu corpo. Existe algo naturalmente erótico e excitante em beijar. Você está se conectando com a outra pessoa intimamente.”disse o colunista da revista Men’s Health e especialista sexual Zachary Zane

Nós esperamos que você aprenda a elevar os beijos para outro patamar e que crie a cultura beijar no seu futuro próximo. 

Beijar é a moeda sexual

Nós não damos para os beijos os créditos que eles merecem. O beijo consegue fazer o sexo ficar melhor e até melhorar as pequenas interações do dia a dia com seu parceiro, algo que os sexologistas chamam de moeda sexual. Um estudo no The Archive of Sexual Behavior mostra que beijar ajuda a aumentar a intimidade e parceria do casal. 

São esses momentos pequenos de afeição que confirmam que você e seu parceiro são seres sexuais que combinam no nível erótico. O estudo também mostrou que casais que se beijam mais tem mais encontros sexuais. Outro estudo da Sexual and Relationship Therapy deu evidências que a frequência dos beijos era um indicador positivo de satisfação sexual e de relacionamento entre casais. 

De verdade: as evidências comprovam que beijar é um subestimado.

São esses momentos pequenos de afeição que confirmam que você e seu parceiro são seres sexuais que combinam no nível erótico. 

“Beijar produz uma reação química em série no cérebro, especialmente a oxitocina, o hormônio da intimidade e do amor” - explica a sexologista clínica e coach de intimidade Lucy Rowett. “Muitas mulheres usam o beijo como uma maneira de determinar se o parceiro vai ser bom de cama, se o seu parceiro for bom de beijo, existem boas chances de ele ser bom transando”. A ciência tem uma explicação interessante para o motivo do beijo representar uma parte tão importante na relação com parceiro. De acordo com pesquisadores da Universidade de Oxford, beijar pode ajudar uma mulher (ou uma pessoa com vulva) a determinar se seu parceiro é uma boa escolha genética. Quando você troca saliva com outra pessoa, seu corpo automaticamente decodifica se o sistema imune do parceiro é complementar ao seu e se vocês tem boas chances de uma prole  saudável. Essa pode não ser a coisa mais romântica do mundo, mas mostra como a biologia é incrível. 

Como melhorar seus beijos

Faça os beijos virarem uma prioridade no seu relacionamento. Beijar não é a coisa mais importante no mundo dos relacionamentos, mas é importante. “Beijar é um tipo de toque que não dá muito trabalho, ativa o sistema de recompensa no cérebro, soltando uma mistura de hormônios gostosos como a ocitocina, a dopamina e a serotonina." conta Kristine D’Angelo, uma sex coach e educadora “Essa mistura de hormônios te dá um barato natural e te deixa pronta pra mais”. 

Ao tornar seus beijos uma prioridade (beije todo santo dia), tenha certeza que você vê uma parceira mais forte além de maior intimidade com seu parceiro. Nós fomos biologicamente desenvolvidos para beijar! 

Vá com calma

Beijar não é uma corrida. Não precisa ser algo demorado. É claro, um beijinho rápido antes de sair do trabalho (ou para a sala do home office) pode ser tudo que você consegue ter tempo na manhã, mas antes de ir dormir, pegue cinco minutinhos para beijar de verdade. "Sintam a energia do outro, abracem e se curtam” - sugere Rowett - “Ir mais devagar ajuda vocês a curtirem o momento e todas as sensações.”

Se você acha que beijar é perda de tempo (acredite, eu vejo isso o tempo todo), você deveria saber que existem muitos benefícios em colocar a intimidade como prioridade no seu calendário. Eu sei que não soa como a coisa mais picante do mundo, mas funciona. Separe 30 a 40 minutos para você e seu parceiro abraçarem, beijarem e até transarem - se estiverem no clima. Intimidade é a faísca que mantém a chama acesa. Requer esforço dos dois parceiros.  

Nem todo beijo significa que vocês vão transar

É importante lembrar que beijar não precisa necessariamente virar um encontro sexual. Um tema recorrente com meus clientes é quando a mulher acha que se ela que se começar a ter intimidade física com o parceiro, ela se sente obrigada a fazer mais coisas. Se você só quer beijo, fale. Diga para seu parceiro que você só quer ficar junto dele fazendo a boa e velha conchinha e dar um beijos, mas que você não tá super no clima agora. E é claro, seja empático com seu parceiro se ele não quiser ir mais além. 

Tente fazer sua sessão de amassos sem sexo divertida, “combine beijar seu parceiro com uma massagem na cabeça/couro cabeludo e veja os olhos da pessoa revirarem de prazer” - D’Angelo indica. 

Experimente

Não me entenda mal aqui: eu não falo para você devorar a cara do seu parceiro como uma forma de inovar (a não ser que você curta isso - e tá tudo bem também). A coisa mais legal sobre beijar é que existem diversas formas divertidas e coisas novas para tentar. O mais importante é não ficar pressionado e se divertir. “Nossos lábios são a parte mais sensível do nosso corpo, com mais de 1 milhão de terminações nervosas, então usar uma venda de olhos e criar uma aventura sensorial com seu parceiro usando frutas, gelo, doces ou coisas macias como plumas em diferentes partes do corpo e nos lábios do parceiro podem ser uma experiência incrível” - conta D’Angelo. 

Quer apimentar as coisas? Adicione a masturbação mútua

Se os beijos te deixam excitada para uma atividade mais sexual, traga a masturbação mútua para a sessão de amassos: “Vocês podem se estimular manualmente no pênis/vulva enquanto se beijam” - conta Zane - “Eu recomendo adicionar essa experiência no seu repertório sexual”.

Artigo escrito por Gigi Engle. Tradução livre de artigo publicado originalmente no Swell. Leia o artigo original.

...

Somos Lilit. Uma das primeiras marcas brasileiras a desenvolver seus próprios vibradores como devem ser: criados por quem usa.

Conheça o Bullet Lilit, seu (novo) primeiro vibrador.

 

Deixe o seu comentário

Todos os comentários são revisados antes da publicação.

Comprar

O QUE ELAS DIZEM SOBRE O BULLET LILIT?

Entrega super rápida, embalagem cuidadosamente produzida, um cheirinho delicioso e um produto surpreende, já tive outros vibradores, mas nenhum com esse cuidado no acabamento, uma textura delicada, simplesmente PERFEITO! Já sou fã de carteirinha, até comprei um para minha melhor amiga.

Avaliação Anônima