Sobre sexo e ansiedade

Embora seja um assunto polêmico, temos algumas dicas sobre como você pode navegar nesse sentimento que quase todos nós sentimos 

Somos Lilit | Sobre sexo e ansiedade

A ansiedade sexual pode ser um tópico extremamente delicado, mas é algo que muitas de nós vivenciamos. Enquanto os médicos olham primeiro para os problemas físicos que possam ocorrer durante o sexo, os problemas de ansiedade têm origem na mente. É aquele medo da performance sexual que pode acabar nos impedindo de curtir e relaxar.

Essa ansiedade só nos distrai de interagir sexualmente com nossos parceiros, que, por sua vez, pode causar uma paralisação de tão ansiosos que ficamos antes de transar. Paralisadas de medo. Quando fazemos sexo com a mente preocupada, não conseguimos dar a atenção necessária para os pensamentos eróticos que são necessários para uma relação sexual satisfatória. Ao invés disso, nós começamos a pensar em como é amedrontador se não conseguirmos performar e começamos a ter medo dos pensamentos do nosso parceiro. Essa ansiedade tem poder sobre nossa habilidade de chegar ao clímax e afeta nossa confiança e desejo. 

Nós somos ensinados que em relações heterossexuais o pênis tem sempre que ter uma ereção e vulvas sempre têm produzir muita lubrificação. Somos ensinados que todo mundo deve sempre chegar a um orgasmo, mas nossos corpos nem sempre concordam. Nossos próprios pensamentos irracionais levam as nossas zonas erógenas não responderem - o que pode causar a falta de excitação e de orgasmo. Mas não é porque nós não temos orgasmo toda vez que fazemos sexo que significa que tenha algo de errado com a gente. 

Embora nós não conseguimos controlar as circunstâncias, nós temos o poder sobre nossas próprias experiências sexuais. Nós podemos nos ensinar a ter pensamentos eróticos, a tocar, a sentir e ter sensações sexuais. Se algumas vezes não conseguimos chegar ao clímax, nós devemos curtir o ato de ficar íntimo pelo o que é. A satisfação de beijar, abraçar e se tocar nunca deve ser diminuída pelo fato de não ter conseguido chegar ao orgasmo. A jornada para a satisfação sexual nunca deve ser um ato de lamentação. Nós devemos nos ensinar a não preencher nossos pensamentos com a ansiedade sem sentido - e isso pode vir com a força de vontade.

Aqui estão algumas coisas que você (e seus parceiros e parceiras) podem tentar:

  • Aprender a apreciar qualquer tipo de prazer que você consegue obter de um ato sexual;

  • Parar de se preocupar com o que as outras pessoas pensam - você não consegue controlar os pensamentos e ações do outro;

  • Foque em você mesmo e na sua fonte de poder. Seus pensamentos, fantasia, sensações e sentimentos estão todos sob seu controle;

  • Respeite seu corpo, sua mente e você mesmo;

  • Mude seus pensamentos sobre ereções e orgasmos. Aceite que é ok se nem sempre gozar durante o sexo desde que seja uma experiência prazerosa e satisfatória;

  • Explore novas formas de achar seu prazer;

  • Tente eliminar a preocupação através da meditação e de conversas abertas e honestas.

Escrito por Equipe Maude. Tradução livre de artigo publicado originalmente no The Maudern. Leia o artigo original.

...

Somos Lilit. Uma das primeiras marcas brasileiras a desenvolver seus próprios vibradores como devem ser: criados por quem usa.

Conheça o Bullet Lilit, seu (novo) primeiro vibrador.

Deixe o seu comentário

Todos os comentários são revisados antes da publicação.

Comprar

O QUE ELAS DIZEM SOBRE O BULLET LILIT?

Entrega super rápida, embalagem cuidadosamente produzida, um cheirinho delicioso e um produto surpreende, já tive outros vibradores, mas nenhum com esse cuidado no acabamento, uma textura delicada, simplesmente PERFEITO! Já sou fã de carteirinha, até comprei um para minha melhor amiga.

Avaliação Anônima