Ansiedade sexual é real: saiba como tratar

Não são apenas fontes: ‘vozes da sua cabeça’. A ansiedade sexual é real e muitas vezes, incapacitante para muitas pessoas. E ela não acontece só com desconhecidos. Em todas as etapas de um relacionamento, do primeiro encontro ao casamento, a ansiedade sexual pode parecer. 

Os primeiros sintomas podem surgir na forma de impotência, baixa de lubrificação ou simplesmente evitar a relação sexual. A ansiedade é um distúrbio multifatorial, e em cada corpo, os sintomas se manifestam de uma maneira específica. 

Se você estiver tendo problemas com ansiedade sexual, a boa notícia é que é super tratável. Na maioria dos casos, em semanas ou poucos meses você já tem uma melhora dos sintomas.

Os sintomas da ansiedade sexual

A ansiedade sexual é uma doença multifatorial, mas dentre os sintomas, você pode sentir: 

  • Baixa na lubrificação 
  • Baixa de libido
  • Estresse 
  • Irritabilidade com tudo que se relaciona ao universo sexual
  • Pressão para performar bem sexualmente
  • Em homens, impotência sexual
  • Dismorfia corporal e problemas de autoimagem
  • Problemas no relacionamento atual
  • Pensamentos negativos em relação ao sexo
  • Medo de intimidade
  • Incompatibilidade com parceria sexual
  • Incapacidade de chegar ao orgasmo (Anorgasmia)

Identificando os gatilhos

O primeiro passo para o tratamento é identificar quais são os gatilhos da sua ansiedade. Especialmente para pessoas que já passaram por situação de abuso sexual, se sentir seguro e em controle da própria voda é especialmente importante. 

Mas os gatilhos podem aparecer de diversas formas: uma briga com a parceria de intimidade, dias estressantes e planos dando errado. Uma forma fácil e prática é anotar em um diário todos os gatilhos que estão acontecendo na sua vida - até os que não parecem ser óbvios.

Exemplo:

“Hoje o @ me mandou uma mensagem contando que preparou um jantar especial. Depois que li a mensagem, me deu uma onda de suor frio e comecei a tirar e botar a maquiagem. Quando sai de casa, senti meu coração pela boca.”

Quais são as causas da ansiedade sexual?

Como falamos, a ansiedade é um problema multifatorial. Algumas pessoas podem estar preocupadas com problemas de autoimagem, outras, com a incapacidade de performar na frente de uma parceria de intimidade. Algumas pessoas têm traumas relacionados a experiências sexuais e relacionamentos passados. 

Estresse, ansiedade, a pressão da sociedade para ser incrível na cama e gozar todas as vezes durante o sexo, cigarro, drogas e antidepressivos também podem ser algumas das causas. É por isso que além do seu médico ginecologista, é muito importante consultar um terapeuta e um psiquiatra, na maioria dos casos. 

Sim, existe um tratamento

A boa notícia é que dá para melhorar essa condição. A primeira coisa é entender que sim, a ansiedade de performance sexual é uma desordem de saúde mental, e pode estar relacionada a outras patologias, como a depressão. 

O caminho convencional para tratar ansiedade é identificar os gatilhos através de uma boa terapia. Segundo múltiplas pesquisas, a terapia cognitivo comportamental (TCC) é muito efetiva para casos de ansiedade sexual em homens e mulheres. A terapia de exposição pode ajudar a reduzir o sentimentos de medo ou repulsa por sexo. 

Muito além da terapia e medicação, existem outras formas de ajudar a reduzir a ansiedade sexual. Meditação yoga, e falar com seus parceiros sobre suas ansiedades são ótimas formas de lidar com o problema. 

Na hatha yoga, existem algumas poses que você pode fazer sozinha ou com um parceiro que ajudam a estimular o assoalho pélvico e zonas erógenas - assim como alguns exercícios de respiração. 

Comunicação é chave

Às vezes, o primeiro passo para o que parece um problema gigantesco pode ser uma boa conversa com sua parceria de intimidade. 

Não deixe de comunicar o que você está sentindo para o seu parceiro. Pode ser difícil, doloroso, te trazer mais ansiedade momentânea - mas aos poucos, em várias conversas, você vai perceber que não era o bicho de sete cabeças que você achava que seria. 

Se estiver na dúvida do que falar, anote antes em tópicos o que te incomoda mais e como você se sente sobre cada ponto de dor. E lembre-se: uma boa parceria de intimidade com certeza quer te ver feliz, bem e contente na cama. 

Deixe o seu comentário

Todos os comentários são revisados antes da publicação.

Comprar

O QUE ELAS DIZEM SOBRE O BULLET LILIT?

Entrega super rápida, embalagem cuidadosamente produzida, um cheirinho delicioso e um produto surpreende, já tive outros vibradores, mas nenhum com esse cuidado no acabamento, uma textura delicada, simplesmente PERFEITO! Já sou fã de carteirinha, até comprei um para minha melhor amiga.

Avaliação Anônima