Somos uma das primeiras marcas brasileiras de vibradores, criada por mulheres.
Criamos produtos com design e afeto, priorizando nosso próprio prazer e usando nossas jornadas como exemplo.

~
a primeira mulher de todas,
impedida de sentir prazer, 
voou para fora do paraíso.
mas sua liberdade ainda vive 
em cada uma de nós.
dentro do nosso próprio corpo

somos lilit.
nascemos para incentivar 
a sexualidade em que acreditamos. 
sincera, afetuosa, aberta.
~


Queremos incentivar relações mais prazerosas, começando pelo nosso corpo. Para isso, criamos produtos, a partir das vivências e do exemplo de nossa própria jornada.

Somos livres para experimentar, descobrir e redescobrir nossos desejos - sozinhas ou acompanhadas. Porém, ainda nos deparamos com a desigualdade do orgasmo, o "orgasm gap".

91% dos homens dizem atingir o orgasmo durante a relação sexual, enquanto só 39% das mulheres afirmam o mesmo.

23% das mulheres descrevem as últimas experiências sexuais como nada prazerosas, mas só 5% dos homens dizem o mesmo.

Baseado em estudo realizado com mulheres e homens cis e heterossexuais.
Apesar disso, é dentro de nós que mora o único órgão dedicado exclusivamente ao nosso prazer: o clitóris.
 
Se, por um lado o mercado de produtos eróticos ainda é fortemente sexista, influenciado pelo imaginário da pornografia, por outro ele pode ser força-motriz da Revolução do Prazer, por meio de produtos que manifestam novas relações com a nossa intimidade.

Entre testes, protótipos e muita escuta entendemos que nossos produtos são ferramentas para ampliar esse diálogo sobre o prazer, silenciado por anos.


Vamos juntas?

Conheci o mito de Lilith quando dava meus primeiros passos na descoberta do meu próprio prazer. Descobri nela a origem mitológica da mulher livre, emancipada. Assim, entendi também que o erótico poderia deixar de preencher um espaço de culpa, vergonha e desconforto.
O poder erótico que reside em nós é completamente diferente do que aprendemos desde cedo.
Quando nos permitimos sentir intensamente desejo e prazer, criamos uma nova medida para a vida. Percebemos o que podemos almejar. Não deixamos que o outro nos determine. Não escolhemos o convencional em detrimento do nosso senso de ser e sentir. Enfim, nos redescobrimos Lilit.
Lilit mora em cada uma de nós, símbolo da liberdade de nossa intimidade.
Marília Ponte
fundadora da Lilit