Os pequenos prazeres da vida

Nós estamos cercados de ideias e pessoas que acham que sabem o que pode nos trazer felicidade. Mas nós sabemos que os prazeres que nós queremos alcançar tem alguns pontos em comum:

Raros - nós herdamos uma visão romântica do que é ordinário, banal (achamos que muitas vezes é medíocre, sem graça e sem inspiração) e trabalhamos com uma expectativa que coisas que são únicas, difíceis de achar, exóticas ou não familiares são naturalmente melhores. 

Caro - nós gostamos do luxo. Se algo é barato ou de graça, é mais difícil de apreciar. Por exemplo: o tomate saiu da lista de muita gente quando o preço saiu de exorbitante para barato. O caviar continua a soar ser algo mais interessante que ovos de galinha. 

Famosos - em um experimento, um violinista famoso usou roupas surradas e tocou na rua e foi ignorado, embora as pessoas paguem muito caro para vê-lo tocar em concertos as mesmas músicas. 

Grande escala - nós estamos focados em coisas grandes e esperamos que elas vão nos entreter: casamento, carreira, comprar uma casa. 

Essa forma de perceber a felicidade e os prazeres não está completamente errada, mas ela exibe um vício nosso contra o que é barato, o que está disponível facilmente, o comum, o familiar e o que é de pequena escala. 

O resultado: se alguém disse que foi pras Bahamas em um jatinho particular, automaticamente achamos que eles tiveram mais prazer que uma pessoa que andou de bicicleta na cidade. Nós imaginamos que quem foi visitar a Galeria Uffizi na Florença sempre vai ter mais prazer que a pessoa que vai ler um livro no jardim. Um jantar em um restaurante que serve lagosta parece melhor que um queijo quente em casa. É esquisito falar que um vaso de flores frescas pode te dar mais satisfação que ter um quadro do Van Gogh original. 

O aspecto paradoxo e animador do prazer é o quão estranho e promíscuo ele é. Ele não está necessariamente nas lojas mais caras. Ele pode não estar com a gente nas viagens caras. Ele é bem vulnerável aos problemas emocionais e maus humores. Uma briga que começa com um pequeno desentendimento pode acabar com uma estadia em um resort cinco estrelas. 

Os pequenos prazeres podem ser de menor escala - comer um figo, tomar um banho, sussurrar no escuro, falar com os avós, ou olhar fotos de quando você era criança. Se propriamente adequadas e elaboradas, essas atividades podem ser mais satisfatórias que as coisas de grande escala. 

Apreciar o que se tem na mão não é uma solução preguiçosa. Não é um ataque à ambição. Não faz sentido perseguir o futuro antes que nós estejamos mais alinhados com os momentos modestos e coisas que estão presentes para nós agora. 

Os micro prazeres são uma reflexão de quantas coisas boas o mundo negligencia e nós apreciamos. Um micro prazer é um grande prazer à espera, é um grande prazer que ainda não recebeu o respaldo coletivo de como ele é gostoso. 

Apreciar micro prazeres significa que confiamos mais nas nossas respostas. Nós não podemos esperar tudo que é lindo e elegante ser aprovado pelos outros antes de nós nos deixarmos ficar encantados pelas coisas. Nós temos que seguir nossa intuição e permitir saber que o que gostamos é importante, mesmo que os outros não concordem. 

Nós estamos dominados pela perfeição e conquistas: melhores relacionamentos, melhores trabalhos e uma ótima vida pessoal. Sem cansar, nós pensamos que isso é sinônimo de sucesso. Nada que dura é bom o suficiente. Mas, ao nos preocupar com níveis desmedidos de excelência, nós negligenciamos prazeres modestos, mais perto do nosso coração (e de casa). 

 

Escrito por Equipe The School of LifeTradução livre de artigo publicado originalmente no The School of Life. Leia o artigo original.

...

Somos Lilit. Uma das primeiras marcas brasileiras a desenvolver seus próprios vibradores como devem ser: criados por quem usa.

Conheça o Bullet Lilit, seu (novo) primeiro vibrador.

Deixe o seu comentário

Todos os comentários são revisados antes da publicação.

Comprar

O QUE ELAS DIZEM SOBRE O BULLET LILIT?

Entrega super rápida, embalagem cuidadosamente produzida, um cheirinho delicioso e um produto surpreende, já tive outros vibradores, mas nenhum com esse cuidado no acabamento, uma textura delicada, simplesmente PERFEITO! Já sou fã de carteirinha, até comprei um para minha melhor amiga.

Avaliação Anônima