Orgasmos múltiplos: descubra o seu potencial orgástico

orgasmos-multiplos-mulheres-clitoris

Descubra o todo o potencial multiorgástico do nosso clitóris: um órgão inteiramente dedicado ao prazer.

Quando entramos em contato com nosso verdadeiro eu e nosso corpo, entendemos que temos que cuidar de cada aspecto do ser: emocional, relacionamento, biológico, racional. Esse olhar cuidadoso vai nos deixando cada vez mais responsáveis pelo nosso prazer. Vamos aos poucos construindo uma relação nova, excitante. Um lugar de plenitude, onde entendemos realmente quem somos

Ser lilit é conectar com sua função selvagem, que é uma das preciosidades do ser humano: nossa essência e intuição.

Erótico como autoconhecimento

A pornografia foi um distanciamento dos nossos corpos. Ela inseriu o elemento do erótico - algo muito visceral, sensível e sensorial como uma receita de bolo. Hoje não conseguimos perceber a nossa sexualidade em um lugar tranquilo, que transita pelo erótico. Quando nos conectamos com erótico entendemos que ele está para além do nosso quarto, além de um lugar que precisa se escondido seja constrangedor. Estamos falando de hormônios, da nossa biologia.

Convidamos a experimentação. Não estamos trazendo uma regra, do que é certo e o que é errado, mas convidando para uma investigação. Como seria se saíssemos desse quarto, onde se encontra o nosso desejo e o erótico e trouxéssemos para a sala? Falássemos com os nossos filhos, os nossos amigos, pensássemos nisso ao cozinhar, no banho, nas nossas tarefas diárias e não carregamos essa culpa? 

Essa movimentação atmosfera não te coloca em lugar de submissão, não te machuca. E quando visita espaços onde a pornografia e os prazeres pré moldados estão, vamos intervir essas violências, toda essa comunicação não existente. Vamos criar uma ponte de experimentação de todo nosso potencial orgástico

Nosso potencial orgástico

Porque é importante nos responsabilizamos pelo nosso prazer? Primeiro: quem habita o seu corpo é você. Não é outro. O outro pode participar disso, mas a potência dessa troca vai se dar a partir do momento que você tiver autonomia sobre seu próprio corpo. 

O processo de construção do seu prazer é muito íntimo. É importante nós termos a oportunidade de dialogar com sensações e percepções antes de sinalizar para o outro algo que talvez não esteja confortável. Quando é com a gente, nós mesmos fazemos nossos seus contornos, apresentamos novas dinâmicas - e tudo vai ficando mais simples e fluído.  Tudo isso nos conecta com nós mesmas: estarmos a frente do que é nosso corpo, nosso potencial instintivo

Inicialmente, isso pode parecer assustador. O nosso corpo vai perceber (ou já percebeu) que ele vai clamar pelo olhar cuidadoso. Ser auto responsável, ter sua própria conexão é muito importante porque nos liberta. Não aquela é liberdade romântica: é uma liberdade que te deixa transitar através das nossas inquietações, dos nossos prazeres.

Chegando (várias vezes) lá

A parte final do clitóris, nossa glande, é extremamente sensível. E quando nos tocamos como ele dá sensações intensas e gostosas. É comum irmos “com tudo” e nos estimularmos apenas com movimentos circulares em cima da glande, conectando com essa objetividade: “estou com tesão e preciso liberar essa carga de prazer - vou diretamente com meu vibrador até lá.” 

Mas aí deixamos de visitar um território e potencial incrível que é a vulva como um todo. Como eu faço para que essa percepção seja ampliada? O seu tesão é uma porta de acesso a um potencial orgástico incrível. É importante entender que podemos sustentar esse prazer: somos seres multiorgásticos

Assim que gozamos, nosso clitóris fica muito sensível, pode dar até um desconforto em mexê-lo. E então somos programadas para parar de encostar depois do orgasmo. Mas não precisamos parar. É um processo de reprogramação: entendemos que podemos chegar várias vezes ao orgasmo e entendemos que outras partes do nosso corpo podem participar dessa experiência. 

Não existe fórmula pronta, mas existem dicas para ter orgasmos múltiplos:

  1. Depois do último orgasmo, comece a tocar pela sua virilha até chegar os seus lábios externos, movimentando de maneira circular toda a região - trazendo diferentes movimentos, pressões e intensidades na movimentação. Movimente os dedos para entre os lábios internos e externos, estimulando glândulas responsáveis pela lubrificação. 
  2. Quando você chega no lábios internos, vá movimentando com o vibrador ou as mãos toda a região experimentando variações de pressões e intensidades. Explore a vulva, toque nela como um todo.
  3. Quando você estiver de novo se aproximando do orgasmo, experimente tocar diretamente o clitóris: movimentos de vai e vem na glande, um leve alongamento.

Orgasmos fazem parte de uma alquimia interna que só conseguimos descobrir quando entendemos o que nos estimula, o que nos leva além. Assim conhecemos o nosso verdadeiro eu, a mulher selvagem que habita cada uma de nós.

 

REFERÊNCIAS

DEVA KIRAN - Prazer Mulher Preta

OMGYES 

 ...

Descubra todo seu potencial multiorgástico. 

Conheça o Bullet Lilit, seu (novo) primeiro vibrador.

Deixe o seu comentário

Todos os comentários são revisados antes da publicação.

Comprar

O QUE ELAS DIZEM SOBRE O BULLET LILIT?

Entrega super rápida, embalagem cuidadosamente produzida, um cheirinho delicioso e um produto surpreende, já tive outros vibradores, mas nenhum com esse cuidado no acabamento, uma textura delicada, simplesmente PERFEITO! Já sou fã de carteirinha, até comprei um para minha melhor amiga.

Avaliação Anônima